A partir do paradigma teórico e metodológico da investigação apreciativa, da inovação aberta e da acupuntura urbana ou de territórios, elaboramos uma tecnologia social de desenvolvimento territorial que oportuniza aos atores envolvidos a promoção de um movimento coletivo diverso e colaborativo de descobertas, tomada de decisões e intervenções com resultados efetivos nos locais onde atuamos a partir da gestão social em Rede.
 
Esta tecnologia, inclusive, já foi reconhecida e premiada na 4ª edição do Prêmio Latinoamercano de Comunidades Sustentáveis (Transformadores), organizado pela Rede América, entidade com representantes de mais de 80 organizações de origem empresarial em 14 países da América Latina e Caribe.
Como resultados da implantação deste processo, destacamos:

1. Para o investidor:
  • Fortalecimento da reputação.
  • Posicionamento estratégico na dinâmica de desenvolvimento territorial.
  • Investimentos sociais assertivos.

2. Para as demais partes interessadas:
  • Aumento do capital social do território: desenvolvimento de rede multi setorial atuante e engajada com o desenvolvimento.
  • Modelagem participativa e implantação de uma agenda de projetos e políticas voltados ao desenvolvimento sustentável.
  • Co-construção de conhecimento sobre o território.
  • Qualificação da relação público-privada.
  • Fortalecimento da atuação das OSCs.
São exemplos de iniciativas que já vivenciamos e facilitamos em processos de desenvolvimento
territorial:

Fortalecimento da Agricultura Familiar
Fomento à qualidade da Educação Básica em Rede
Empreendedorismo Social
Fortalecimento de Conselhos Municipais
Fomento ao Turismo de Base Comunitária

Investimento Social

Desenvolvimento 

Territorial